Terapia da casa.

Você tem dificuldades para jogar coisas fora? É um pouco desorganizado? Não guarda as coisas no lugar certo?

Não se preocupe muita gente é assim. O importante é ter consciência disso e procurar ajuda profissional, se for o caso.

Mas antes, vamos a alguns passos importantes que você deve levar em conta.

  1. Você tem menos espaço do que “coisas”. Isso é um sintoma claro de que você está perdendo controle do que realmente tem e o que realmente usa. Aqui vale escolher por onde começar e lembrar que não há milagre. Você tem que se livrar do “peso”extra. Faça um ambiente por vez e vá até o fim.
  2. Coisas no lugar errado. Muito comum. Sapatos do casal no quarto do filho. Casaco de inverno no quarto da filha. Coisas de festa no armário do casal e assim vamos. Para manter a organização e respeitar o espaço da sua casa, procure manter as coisas do ambiente naquele ambiente. Isso evita que você acumule.
  3. Você não tem os organizadores ideais. Quando você elimina o excesso você consegue organizar o espaço melhor. O que ajuda muito são os organizadores certos, isto é, nas medidas e funções adequadas.
  4. Não tenho espaço. Isso muita gente fala, mas não é verdade. O que acontece é que não usamos o espaço adequadamente para sua função. Temos que otimizar todo espaço disponível de acordo com o uso.

Estamos aqui para ajudar!

 

 

Como organizar os documentos?

Todo mês a gente recebe uma grande quantidade de correspondência e a tendência é ir acumulando…. além disso as contas já  pagas e os documentos normalmente estão “enfiados” em alguma pasta ou numa gaveta. Ai quando precisamos consultar algo nunca encontramos o que realmente buscamos. Qual a melhor forma de organizar toda essa papelada?

Primeira regra simples: quando abrir a correspondência, já jogue fora tudo aquilo que não serve e não precisa ser guardada. Tenha um local para guardar essa correspondência, pode ser um porta carta, uma bandeja, uma caixa…. o importante é deixar num único lugar. De tempos em tempos, separe o que realmente precisa ser guardado e  “arquive”. O ideal seria pagar e arquivar, mas como sei que na correria do dia-a-dia isso acaba não acontecendo, esse sistema de manter tudo num local e arquivar a cada 2 ou 3 meses funciona super bem!

E ai vem a dúvida: quais contas preciso guardar? Como organizar?

Minha sugestão é que você tenha uma pasta com divisórias por assunto: conta água, luz, telefone, IPTU, TV Cabo, escola, empregada, documentos pessoais etc…. Pelo menos a cada 3 meses recolha o que está no seu porta correspondências e arquive no respectivo lugar.

porta-correspondência
porta-correspondência

Vamos lá, afinal quais contas precisamos realmente guardar e por quanto tempo?

– empresas prestadoras de serviços de luz, água, TV, telefone e cartão de crédito são obrigadas a enviar o recibo de quitação anual. Portanto, guarde as contas por 1 ano até receber o recibo de quitação. Depois basta guardar os recibos por 5 anos.

– condomínio: guarde durante o período em que permanecer no imóvel.

– consórcio: até a quitação

– seguro: guarde a proposta e a apólice já os comprovantes de pagamento mantenha por mais 1 ano após o tempo que estiver vigorando

– convênio: guarde a proposta o contrato e os recibos referentes aos 12 meses anteriores ao último reajuste por todo período de contratação

– escola: 5 anos

– cartão crédito: 1 ano

– nota fiscal de produtos e serviços: durante a vida útil do produto

– recibo de empregadas: 5 anos

– documentos do veículo: multas -2 anos, licenciamento e seguro obrigatório – 1 ano. Atenção o certificado de compra e venda deve ser guardado até que o veículo seja vendido.

– IPTU/IPVA: 5 anos

– Imposto de Renda: 5 anos

Agora não tem mais desculpa…mãos a obra!

Foto: Pinterest

Porta Colorida

Fui visitar uma amiga, que recentemente fez uma reforma na casa e me deparei com a porta de entrada AZUL! Imediatamente me veio a memória quando estive em Dublin, onde as portas coloridas são um cartão postal da cidade. Adorei…original e cheio de personalidade.

Se você tá pensando em dar um toque especial na sua entrada, inspire-se!

cdc6c85ca7cffdb1dfacdcccf755033f

2e2c893169367af780074f3ffa6629d2

a791cb7a3c4f478dd5191d0ce6cfd625

dublin_37
Famosas portas de Dublin – Patrimônio Cultural da cidade.

Fotos: Pinterest

Alimentação Consciente

Graças a Deus não sou alérgica a quase nada! Talvez mofo, poeira …básico para quem vive nas grandes cidades. Mas sempre fui atenta a alimentação e de uns anos pra cá, evito ao máximo junk food. Ok às vezes a praticidade acaba com o plano, mas a consciência está lá.
Domingo, lendo o jornal, me deparei com um novo produto sem glutén e sem lactose: a Snackitbox. Tenho tentado vários e embora caros, acho que alguns valem a pena.
Você pede os kits pela internet o que pra mim ajuda demais.
Eu pedi, paguei com paypal e agora vou esperar o kit. Conto a experiência para vocês depois.
😉

Viajar confortável: não tem preço!

Viajo sempre a trabalho. Curtas e longas distâncias e viajar confortavelmente, não tem preço.

Já demos dicas de viagem antes, mas achei que valia uma reedição.

Regras de ouro:

  1. Use sapatos e roupas confortáveis. Lembre-se que, hoje em dia, quase em todo lugar é necessário tirar o sapato. Sapatilhas são as melhores.
  2. Cuidado com a bolsa. Se for grande, pode ficar pesada. Prefira levar o básico!
  3. Se for a trabalho e tiver que levar computador, use uma mala de mão com rodinhas.
  4. Não esqueça uma pashimina! No avião quase sempre faz frio.
  5. Um bom livro, Ipad/Kindle e similares.
  6. Música + fone.
  7. Barrinhas para matar uma eventual fome.
  8. Se possível, faça seu check-in antes, isso ajuda você a não perder tempo.

Boa viagem!

 

O que limpar todo dia!

Tem coisas que você deve limpar todo dia. Isso evita que lugares importantes da casa acumulem sujeira.

  1. Cozinha é sempre um lugar crítico. Mantenha a louça lavada e a pia limpa e seca.
  2. Um pano úmido no chão da casa toda, no final do dia, ajuda bastante.
  3. Passe um pano na pia do banheiro e a escova no vaso sanitário.
  4. Arrume as camas.
  5. Se tiver animal, mantenha o espaço de comida e água em ordem.
  6. Esvaziar as lixeiras.
  7. Quando for dormir, deixe a sala em ordem. recolha copos, brinquedos, revistas e tudo que fica no meio do caminho.

Isso vai facilitar seu dia a dia.

Um beijo!

 

Serviços para casa

Hoje podemos contratar serviços para casa, através de empresas conceituadas. Que bom,  estamos evoluindo…

Usei essa semana o marceneiro da portosegurofaz.com.br. Você não precisa ser cliente da Porto Seguro, mas como eu era, tive um desconto. Como tenho pouco tempo disponível,  e não entendo do assunto, ter uma solução prática e de confiança para assuntos domésticos é uma mão na roda.

Foi excelente!

Estava há dias atrás de um marceneiro. Você liga, fala com um, depois fala com outro e eles falam que vão ligar de volta e não ligam.  Affe!

Já tenho o seguro da Porto para casa e uso muito para encanador, eletricista, até para pregar quadros já solicitei! Agora, ampliei o uso. Mesmo pagando pelo serviço, valeu muito a pena!

Se precisar. Experimente.

10 erros básicos de quem quer organizar

Living and learning. Como se diz em inglês! Desde que comecei a organizar profissionalmente,  aprendo todo dia. Isso ajuda a ajudar ainda mais as pessoas que “cuidamos”  e a entender que existe um “dia 1” e ele evolui.

Vamos lá! 10 erros para evitar:

Erro#1 Não ache que não é necessário ter um planejamento!

Quantas vezes você se animou e achou que iria arrumar o armário da cozinha, mas na segunda gaveta…oops. Você não havia planejado ou pensado ou mesmo sabia que existe uma forma de planejar.

Se pergunte, como você chegou a desorganização, como você acumulou sem perceber e com quem você divide o espaço. Essas são perguntas importantes para MANTER a organização.

Erro#2 Esquecer que:  você terá que manter o espaço.

Exato! Organizar dá um certo trabalho mas dará mais trabalho se você não pensar como manter.  O primeiro passo foi dado, não desista! Faça a pergunta: posso resistir a comprar por impulso, ofertas e fazer uma lista do que eu realmente preciso? Em tempos de reuso!

Erro#3 Achar que produtos de organização irão resolver seus problemas.

NÃÃÃo. Sem saber exatamente o que você precisa, você acabará juntando mais coisa que não precisa e ai virá o desânimo.

Erro#4 Tenha as medidas dos espaços a serem organizados!

Erro clássico! Você sai comprando o que acha que resolverá sua vida. Só que não! Parece fácil, mas achar o que você realmente precisa, em termos de organização, pode ser um pouco desgastante. Na dúvida, consulte um profissional.

Erro#5 Não ter um plano para o descarte.

Isso é bem comum. Você separa, separa, separa e depois tem que descartar em algum lugar. Primeiro não tem onde colocar e depois caixas e sacolas se arrastam pela casa por meses!

Erro#6 Achar que a mesa da sala é um depósito de “coisas”.

Espaços muiiiito disponíveis podem ser uma armadilha! Tenha uma regra que: espaços “vazios” não devem ser ocupados por coisas que não pertencem aquele lugar.

Erro#7 Guardar para depois.

O pior que pode acontecer. Regra número 1: não deixe para depois. Parece difícil mas, na verdade, é um habito. Pense duas vezes antes de deixar para depois.

Erro#8 Guardar coisas que você pode usar um dia.

Muito comum. A gente se empolga e compra aquilo fica no armário sem uso. A melhor coisa é fazer um detox de coisas o tempo todo. Isso alimenta um hábito que com o tempo, faz com que você pense mais antes de comprar já pensando onde vai caber, guardar e se vai usar.

Erro#9 Não avisar o “adversário”.

Entenda por “adversário”  quem mora com você. Uma coisa que ajuda muito é dividir o critério da organização. Sim, existe um critério e quando organizamos para os outros,  respeitamos como as pessoas pensam e seus hábitos. Etiquetar as coisas ajuda muiiiito, até todos estarem “no sistema”.

Erro#10 Não dividir tarefas

Cada vez mais a participação de todos nas tarefas diárias de organização é fundamental. Pendurar as roupas no armário diariamente, manter a casa em ordem e limpa, não deixar roupas e sapatos pela casa, ter um espaço para roupas sujas, despensa organizada para os alimentos, etc. é um passo importante para o sucesso “da obra”.
Se precisar de ajuda, conte com a gente!